A um Ser,



Um Ser tão distante,
Tão diferente,
Na minha vida entrou,
Meu coração cativou,
Tão triste, tão alegre,
Da vontade de abraçar,
E uma alma inocente,
Confusa sem saber amar,
De uma bondade,
Uma inocência fatal,
O mal lhe causa dor,
Pois Sua vida entristece,
Seus sentimentos enfraquece,
Todos deveriam amparar,
Para ninguém magoar,
Como podem isto fazer,
A um Ser com tanto para dar,
Ninguém quer entender,
A seu tempo irá ter,
O que sempre almejou,
A sua Alma, a sua Gente,
Tudo o que nunca amou,
E tudo o que lhe desejo,
Do fundo do meu ser,
Aqui fica um grande beijo
Será que isto posso escrever? …

_____E a quem estas palavras não compreender
_____A mim, me entristece dizer,
_____E maluco ou não conhece
_____A beleza de um ser,

I.B. 24.07.2006

2 comentários:

Yashmeen disse...

Tão poeta que o menino está! ;)
Beijos

skaiven disse...

uma parede invisivel nos separa, para nossos destinos nunka se kruzarem. mas o k o destino n sabe e k existe os sonhos onde nos pudemos enkontrar sempre k kisermos!!! ajudas te me a perceber k existe algo mt belo na vida e k a vida n e so tristeza....

fika aki um abraço de um amigo k era kapax d dar a vida por ti!!!! adoro te......