Mariza - Chuva

Não sabendo o que mais escrever!
Olha porque não passar para aqui um pouco do que me vai na alma com uma musica que me marca o presente falando ela no passado...


As coisas vulgares que há na vida
Não deixam saudades
Só as lembranças que doem
Ou fazem sorrir

Há gente que fica na história
da história da gente
e outras de quem nem o nome
lembramos ouvir

São emoções que dão vida
à saudade que trago
Aquelas que tive contigo
e acabei por perder

Há dias que marcam a alma
e a vida da gente
e aquele em que tu me deixaste
não posso esquecer

A chuva molhava-me o rosto
Gelado e cansado
As ruas que a cidade tinha
Já eu percorrera

Ai... meu choro de moça perdida
gritava à cidade
que o fogo do amor sob chuva
há instantes morrera

A chuva ouviu e calou
meu segredo à cidade
E eis que ela bate no vidro
Trazendo a saudade

6 comentários:

heartvibes disse...

Haverá sempre uns minutos para escutar esta musica na minha vida. Também eu já fiz dela muitos momentos meus...por certo não estarás feliz pois a musica é triste...deixo-te um abraço deveras sentido.

jocasipe disse...

A música é sempre um espelho do que nos vai na alma!
Abraço. Boa semana.

Plum disse...

Arrepiante, de tão belo!Abraços!***

nImpossiblePrince disse...

Boa escolha! Emocionante como sempre. Tenho todos os álbuns dela, adoro-a!
Mariza is the best!!! ;)

Dark_Night_Walker disse...

Não sou grande apreciador de fado, mas esta música (e em especial, a voz dela) não deixa ninguém indiferente."Ó gente da minha terra" continua a ser a minha preferida.
Um grande abraço

Simplesmente_Palavras disse...

A musica é algo. Algo que nos transporta para um mundo inteiramente nosso! deixa.mos levar por todas a colcheias, por todas as semi-breves! Enfim, um mistirar de sons, uma criação de melodiA!

com a musica, pode-mos transmitir. Podemos criar sentimentos!

Abraço zizas ;)